No label found for: logo.title
No label found for: logo.title

Daikin Ururu Sarara, o 1º sistema de bomba de calor ar/ar europeu com fluido frigorigéneo R32

O 1º sistema de bomba calor ar/ar europeu a ser comercializado, que utiliza fluido frigorigéneo R32 será apresentado pela Daikin no outono de 2013. A gama atualizada Ururu Sarara, que já ganhou o prestigiante prémio red dot award em 2013, pelo seu design, oferece uma elevada eficiência energética graças à utilização de R32, o que, em simultâneo, significa que estas unidades têm o impacto ambiental mais baixo de todos os tempos.


Ururu Sarara: pleno conforto interior e um design vencedor de prémios
A gama bomba de calor Ururu Sarara da Daikin oferece uma solução residencial completa para o conforto interior, proporcionando arrefecimento, aquecimento, purificação do ar, ventilação, humidificação e desumidificação. Ao adotar o fluido frigorigéneo R32, as unidades conseguem atingir um SEER de 9.54 (A+++) e um SCOP até 5.9 (A+++), tornando-as as mais eficientes em termos energéticos do seu segmento no mercado doméstico.

Ao ir buscar a sua inspiração ao leque japonês “Ogi”, a gama mural ganhou o prestigiante prémio red dot award de 2013 pelo design na categoria de ar condicionado. O júri disse: “A forma semelhante à de um leque e a escolha da cor branca, conferem a este equipamento de ar condicionado, um aspeto natural e nobre, que é realçado pela sua tecnologia inovadora.”

O controlo de humidade é uma parte essencial da criação de um ambiente confortável e a função de desumidificação do Ururu Sarara assegura que a humidade é reduzida sem alterar a temperatura ambiente. Todas as unidades possuem um filtro de purificação de ar, para melhorar a qualidade do ar, que absorve partículas microscópicas e remove odores e potenciais alergias. A limpeza automática do filtro, reduz o consumo energético em mais 25%.

As unidades são silenciosas e registam  um padrão de difusão de ar bastante eficiente, atingido os cantos mais distantes de uma divisão, e o sensor inteligente de duas áreas direciona o caudal para longe das pessoas, para reduzir as correntes de ar diretas, e ativa automaticamente o modo de economia quando não é detetada nenhuma presença. O sistema é fornecido com  um comando remoto por infra-vermelhos, com a opção de ligação  a um sistema de controlo online.


As vantagens ambientais e de eficiência do R32
A Daikin é conhecida pela abordagem pioneira com que desenvolve os seus produtos, com mais de 50 anos de experiência em investigação, projecto, desenvolvimento e fabrico da tecnologia bomba de calor. Como parte do seu compromisso com o meio ambiente, a Daikin tem por objetivo desenvolver sistemas que melhorem os níveis de conforto com um baixo impacto ambiental. A escolha do fluido frigorigéneo é um fator-chave na vontade de maximizar a eficiência energética e para minimizar o impacto dos sistemas no aquecimento global.

Ao escolher o fluido frigorigéneo a utilizar num sistema bomba de calor, é necessário ter em conta todo o Desempenho Climático durante o Ciclo de Vida (LCCP) de uma unidade. Isto não se baseia apenas no aquecimento global equivalente em virtude de quaisquer emissões diretas do fluido frigorigéneo, mas também no consumo energético ao longo da vida útil do sistema, dando uma imagem muito mais precisa do verdadeiro impacto, no aquecimento global gerado por uma unidade ao longo da sua vida.

A utilização de fluidos frigorigéneos é avaliada com base nos seguintes fatores-chave: potencial de aquecimento global (GWP), eficiência energética e eficiência dos recursos naturais.

O R32 tem um GWP de 6751, em comparação com o GWP de 2088 do R410A; uma redução de 68%. Os produtos R32 também conseguem maiores níveis de eficiência, tanto em condições de carga parcial como condições de carga total, e o R32 é um fluido frigorigéneo de componente único, o que facilita a sua reciclagem.

A utilização do R32 na nova gama Ururu Sarara, permite aos consumidores finais usufruir das máximas eficiências energéticas, uma excelente qualidade de ar e elevados níveis de conforto, ao mesmo tempo que reduz o impacto ambiental do seu sistema  bomba de calor.

(1) Painel Intergovernamental sobre as alterações climáticas, quarto relatório de avaliação: Alterações climáticas, 2007.