No label found for: logo.title
No label found for: logo.title

Qual a diferença entre calor sensível e calor latente?

Há duas formas de calor relevantes para os sistemas de ar condicionado: 

  • calor sensível
  • calor latente    

Calor Sensível
Quando um objecto é aquecido, a sua temperatura aumenta à medida que o calor lhe é adicionado. Este aumento de calor é designado de calor sensível. Do mesmo modo, quando se retira calor a um objecto e a sua temperatura desce, o calor retirado também é designado por calor sensível. O calor que provoca uma mudança de temperatura num objecto é designado por calor sensível.

Calor Latente
Todas as substâncias puras da Natureza conseguem alterar o seu estado. Os sólidos podem tornar-se líquidos (como o gelo se torna água) e os líquidos podem transformar-se em gases (como a água se transforma em vapor). Mas estas alterações requerem a adição ou perda de calor. O calor que provoca estas alterações é designado por calor latente.

O calor latente, contudo, não afecta a temperatura duma substância - por exemplo, a água permanece a 100°C enquanto ferve. O calor adicionado para manter a água a ferver é calor latente. O calor que causa a alteração do estado sem alterar a temperatura é designado por calor latente.

Esta distinção é fundamental para compreender porque é usado um refrigerante nos sistemas de arrefecimento. Também explica porque são usados os termos 'capacidade total' (calor sensível e calor latente) e 'capacidade sensível' para definir a capacidade de arrefecimento duma unidade. Durante o ciclo de arrefecimento, forma-se condensação no interior da unidade, devido à remoção do calor latente do ar. A capacidade sensível é a capacidade necessária para reduzir a temperatura e a capacidade latente é a capacidade de remover a humidade do ar.