No label found for: logo.title
No label found for: logo.title

O que influencia a capacidade?

Ao longo dos anos, temos tentado melhorar o nível de conforto do ambiente que nos rodeia. Nas regiões mais frias, temos tentado aquecer as nossas casas e nas áreas de climas mais amenos, temos tentado arrefecê-las, pois, quando não nos sentimos confortáveis, não conseguimos trabalhar nem descansar. Mas o conforto térmico, tão vital para o nosso bem-estar, está sujeito a três influências básicas:

O factor humano
as roupas que vestimos, a actividade a que nos dedicamos e o tempo que permanecemos na mesma posição

O nosso espaço
a temperatura de radiação e a temperatura que nos rodeia

O ar
a sua temperatura, velocidade e humidade

Destas influências, o factor humano é o mais imprevisível.
Os outros dois podem ser controlados de modo a conseguirmos obter o tão almejado bem-estar.
Alterações nos padrões de construção, nas práticas laborais e nos níveis de ocupação das divisões criaram novos parâmetros que temos de levar em conta.
Os edifícios modernos, por exemplo, geram bastante mais calor do que os edifícios construídos há 50 anos, o que se deve a vários factores:


Infiltração Solar
Avanços nas técnicas de construção levaram a um aumento de uso de vidro - mesmo quando é usado tratamento de protecção solar, há um considerável aproveitamento de energia solar.

Ocupantes
Cada vez mais ocupantes, cada um gerando cerca de 120W/h de calor, são enfiados todos os dias em andares de escritórios.  

Equipamento eléctrico
Os computadores, as impressoras e as fotocopiadoras que fazem parte dos escritórios modernos também geram bastante calor.   

Iluminação

Muitas das lojas modernas podem mesmo ser aquecidas apenas através da iluminação. Valores de cerca de 15-25W/m² não são invulgares na Europa.  


Ventilação

A introdução de ar do exterior num edifício também constitui um problema, quando a temperatura exterior é de cerca de 30ºC!