Dados Técnicos para ERAD-E-SL

ERAD120E-SL ERAD140E-SL ERAD160E-SL ERAD190E-SL ERAD210E-SL ERAD240E-SL ERAD300E-SL ERAD350E-SL ERAD410E-SL ERAD460E-SL
Nível de pressão sonora Arrefecimento Nom. dBA 71 (2) 71 (2) 71 (2) 71 (2) 71 (2) 73 (2) 73 (2) 73 (2) 73 (2) 74 (2)
Fluido frigorigéneo Circuitos Quantidade 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
  Refrigerant-=-Gwp R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a
Motor do ventilador Entrada Arrefecimento W 1,600 1,600 2,400 2,400 3,100 3,100 4,700 4,700 4,700 4,700
  Velocidade Arrefecimento Nom. rpm 700 700 700 700 700 700 700 700 700 700
  Accionamento Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line
Capacidade de arrefecimento Nom. kW 116 (1) 137 (1) 159 (1) 187 (1) 209 (1) 243 (1) 298 (1) 352 (1) 409 (1) 462 (1)
Ligações de tubagens Piping connections-=-Evaporator water inlet outlet od 76mm 76mm 76mm 76mm 76mm 76mm 76mm 139.7mm 139.7mm 139.7mm
Potência nominal Arrefecimento Nom. kW 42.4 (1) 52.5 (1) 57.7 (1) 66.3 (1) 73.9 (1) 78.1 (1) 91.9 (1) 122 (1) 150 (1) 167 (1)
Nível de potência sonora Arrefecimento Nom. dBA 89 89 90 90 91 92 92 92 92 93
Dimensões Unidade Largura mm 1,292 1,292 1,292 1,292 1,292 1,292 2,236 2,236 2,236 2,236
    Profundidade mm 2,165 2,165 3,065 3,065 3,965 3,965 3,070 3,070 3,070 3,070
    Altura mm 2,273 2,273 2,273 2,273 2,273 2,273 2,223 2,223 2,223 2,223
Compressor Óleo Volume carregado l 13 13 13 13 13 13 16 19 19 19
  Quantidade_ Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso
Controlo da capacidade Capacidade mínima % 25.0 25.0 25.0 25.0 25.0 25.0 25.0 25.0 25.0 25.0
  Desodorizante Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua
Casing Cor Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado
Peso Peso em funcionamento kg 1,717 1,717 1,881 1,881 2,081 2,081 2,886 2,886 2,886 2,886
  Unidade kg 1,684 1,684 1,841 1,841 2,036 2,036 2,789 2,789 2,789 2,789
Permutador de ar Tipo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo com sub-arrefecedor integral Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo com sub-arrefecedor integral Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo com sub-arrefecedor integral Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo com sub-arrefecedor integral Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo com sub-arrefecedor integral Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo com sub-arrefecedor integral Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo com sub-arrefecedor integral Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo com sub-arrefecedor integral Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo com sub-arrefecedor integral Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo com sub-arrefecedor integral
Fan Diâmetro mm 800 800 800 800 800 800 800 800 800 800
  Caudal de ar Nom. l/s 8,373 8,144 12,560 12,216 16,747 16,288 25,120 25,120 24,432 24,432
  Quantidade Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa
Eer 2.74 (1) 2.61 (1) 2.75 (1) 2.83 (1) 2.83 (1) 3.11 (1) 3.24 (1) 2.88 (1) 2.73 (1) 2.76 (1)
Ventiladores Corrente de funcionamento nominal A 5 5 8 8 10 10 16 16 16 16
Compressor Corrente de funcionamento máxima A 78 95 107 120 141 148 174 218 260 274
  Limite de tensão Mín. % -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10
    Máx. % 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10
  Tensão V 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400
  Método de arranque_ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~
Alimentação eléctrica Limite de tensão Máx. % 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10
    Mín. % -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10
  Frequência Hz 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50
  Tensão V 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400
  Fase 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~
Unidade Corrente máxima da unidade para medição dos fios A 91 109 126 140 165 173 207 256 302 317
  Corrente inicial Máx. A 151 151 195 195 288 288 330 410 410 410
  Corrente ativa Arrefecimento Nom. A 73 90 98 112 125 131 155 204 249 275
    Máx. A 83 100 115 128 151 158 189 234 276 290
Notas Arrefecimento: temperatura de evaporação 7°C; temperatura de ar ambiente 35°C; unidade com funcionamento em plena carga Arrefecimento: temperatura de evaporação 7°C; temperatura de ar ambiente 35°C; unidade com funcionamento em plena carga Arrefecimento: temperatura de evaporação 7°C; temperatura de ar ambiente 35°C; unidade com funcionamento em plena carga Arrefecimento: temperatura de evaporação 7°C; temperatura de ar ambiente 35°C; unidade com funcionamento em plena carga Arrefecimento: temperatura de evaporação 7°C; temperatura de ar ambiente 35°C; unidade com funcionamento em plena carga Arrefecimento: temperatura de evaporação 7°C; temperatura de ar ambiente 35°C; unidade com funcionamento em plena carga Arrefecimento: temperatura de evaporação 7°C; temperatura de ar ambiente 35°C; unidade com funcionamento em plena carga Arrefecimento: temperatura de evaporação 7°C; temperatura de ar ambiente 35°C; unidade com funcionamento em plena carga Arrefecimento: temperatura de evaporação 7°C; temperatura de ar ambiente 35°C; unidade com funcionamento em plena carga Arrefecimento: temperatura de evaporação 7°C; temperatura de ar ambiente 35°C; unidade com funcionamento em plena carga
  Os níveis de pressão sonora são medidos à temperatura de evaporação 7°C; temp. do ar ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 Os níveis de pressão sonora são medidos à temperatura de evaporação 7°C; temp. do ar ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 Os níveis de pressão sonora são medidos à temperatura de evaporação 7°C; temp. do ar ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 Os níveis de pressão sonora são medidos à temperatura de evaporação 7°C; temp. do ar ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 Os níveis de pressão sonora são medidos à temperatura de evaporação 7°C; temp. do ar ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 Os níveis de pressão sonora são medidos à temperatura de evaporação 7°C; temp. do ar ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 Os níveis de pressão sonora são medidos à temperatura de evaporação 7°C; temp. do ar ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 Os níveis de pressão sonora são medidos à temperatura de evaporação 7°C; temp. do ar ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 Os níveis de pressão sonora são medidos à temperatura de evaporação 7°C; temp. do ar ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 Os níveis de pressão sonora são medidos à temperatura de evaporação 7°C; temp. do ar ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744
  Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%.
  Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75%
  Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. de evaporação 7°C, temp. ar ambiente 35°C; compressor + corrente dos ventiladores Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. de evaporação 7°C, temp. ar ambiente 35°C; compressor + corrente dos ventiladores Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. de evaporação 7°C, temp. ar ambiente 35°C; compressor + corrente dos ventiladores Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. de evaporação 7°C, temp. ar ambiente 35°C; compressor + corrente dos ventiladores Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. de evaporação 7°C, temp. ar ambiente 35°C; compressor + corrente dos ventiladores Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. de evaporação 7°C, temp. ar ambiente 35°C; compressor + corrente dos ventiladores Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. de evaporação 7°C, temp. ar ambiente 35°C; compressor + corrente dos ventiladores Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. de evaporação 7°C, temp. ar ambiente 35°C; compressor + corrente dos ventiladores Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. de evaporação 7°C, temp. ar ambiente 35°C; compressor + corrente dos ventiladores Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. de evaporação 7°C, temp. ar ambiente 35°C; compressor + corrente dos ventiladores
  A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores
  A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida.
  Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1
  Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água
  Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS).
  O seu funcionamento assenta em gases fluorados com efeito de estufa O seu funcionamento assenta em gases fluorados com efeito de estufa O seu funcionamento assenta em gases fluorados com efeito de estufa O seu funcionamento assenta em gases fluorados com efeito de estufa O seu funcionamento assenta em gases fluorados com efeito de estufa O seu funcionamento assenta em gases fluorados com efeito de estufa O seu funcionamento assenta em gases fluorados com efeito de estufa O seu funcionamento assenta em gases fluorados com efeito de estufa O seu funcionamento assenta em gases fluorados com efeito de estufa O seu funcionamento assenta em gases fluorados com efeito de estufa