Dados Técnicos para EWAD-CFXR

EWAD600CFXR EWAD740CFXR EWAD820CFXR EWAD870CFXR EWAD980CFXR EWADC10CFXR EWADC11CFXR EWADC12CFXR EWADC13CFXR EWADC14CFXR EWADC15CFXR
Capacidade de arrefecimento Nom. kW 602 (1), 374 (2) 739 (1), 468 (2) 821 (1), 539 (2) 866 (1), 562 (2) 981 (1), 644 (2) 1,034 (1), 670 (2) 1,229 (1), 825 (2) 1,302 (1), 866 (2) 1,374 (1), 889 (2) 1,424 (1), 909 (2) 1,476 (1), 929 (2)
Controlo da capacidade Desodorizante   Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua
  Capacidade mínima % 12.5 12.5 12.5 12.5 12.5 12.5 12.5 12.5 12.5 12.5 12.5
Potência nominal Arrefecimento Nom. kW 263 (1), 46.6 (2) 278 (1), 56.2 (2) 299 (1), 58.5 (2) 334 (1), 63.1 (2) 368 (1), 68.5 (2) 412 (1), 74.4 (2) 403 (1), 80.0 (2) 450 (1), 87.5 (2) 466 (1), 93.4 (2) 511 (1), 103 (2) 556 (1), 109 (2)
EER 2.29 (1), 12.91 (2) 2.66 (1), 13.17 (2) 2.75 (1), 14.04 (2) 2.59 (1), 13.71 (2) 2.67 (1), 14.33 (2) 2.51 (1), 13.89 (2) 3.05 (1), 15.36 (2) 2.90 (1), 14.87 (2) 2.95 (1), 14.7 (2) 2.79 (1), 13.85 (2) 2.66 (1), 13.56 (2)
ESEER 3.59 3.66 3.89 3.62 3.83 3.63 4.13 3.89 4.09 4.02 3.92
Dimensões Unidade Profundidade mm 6,300 7,200 8,100 8,100 9,000 9,000 10,800 10,800 10,800 10,800 10,800
    Altura mm 2,565 2,565 2,565 2,565 2,565 2,565 2,565 2,565 2,565 2,565 2,565
    Largura mm 2,480 2,480 2,480 2,480 2,480 2,480 2,480 2,480 2,480 2,480 2,480
Peso Peso em funcionamento kg 8,795 9,390 9,995 9,995 11,459 11,719 13,566 13,566 14,806 14,886 14,936
  Unidade kg 8,050 8,620 9,190 9,190 10,450 10,710 12,190 12,190 12,830 12,910 12,960
Permutador de calor da água Tipo   Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única
  Volume de água l 741 771 808 808 1,012 1,012 1,372 1,372 1,965 1,965 1,965
Permutador de ar Tipo   Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo
Fan Caudal de ar Nom. l/s 38,935 46,722 54,508 54,508 62,295 62,295 73,011 73,011 73,011 73,011 73,011
  Velocidade rpm 715 715 715 715 715 715 715 715 715 715 715
Compressor Quantidade_   2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2
  Compressor-=-Type   Fuso único assimétrico Fuso único assimétrico Fuso único assimétrico Fuso único assimétrico Fuso único assimétrico Fuso único assimétrico Fuso único assimétrico Fuso único assimétrico Fuso único assimétrico Fuso único assimétrico Fuso único assimétrico
Nível de potência sonora Arrefecimento Nom. dBA 92 92 92 92 94 94 94 95 95 95 95
Nível de pressão sonora Arrefecimento Nom. dBA 71 (3) 72 (3) 72 (3) 72 (3) 72 (3) 73 (3) 72 (3) 72 (3) 72 (3) 73 (3) 73 (3)
Fluido frigorigéneo Tipo   R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a R-134a
  GWP   1,430 1,430 1,430 1,430 1,430 1,430 1,430 1,430 1,430 1,430 1,430
  Circuitos Quantidade   2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2
Carga Por circuito kg 64.0 73.0 81.0 81.0 91.0 91.0 107.0 107.0 112.5 124.0 124.0
  Por circuito TCO2Eq 91.5 104.4 115.8 115.8 130.1 130.1 153.0 153.0 160.9 177.3 177.3
Alimentação eléctrica Fase   3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~
  Frequência Hz 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50
  Tensão V 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400
Compressor Método de arranque_   Estrela - triângulo Estrela - triângulo Estrela - triângulo Estrela - triângulo Estrela - triângulo Estrela - triângulo Estrela - triângulo Estrela - triângulo Estrela - triângulo Estrela - triângulo Estrela - triângulo
Notas (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 16°C; temp. da água de saída do evaporador 10°C; temp. do ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 16°C; temp. da água de saída do evaporador 10°C; temp. do ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 16°C; temp. da água de saída do evaporador 10°C; temp. do ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 16°C; temp. da água de saída do evaporador 10°C; temp. do ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 16°C; temp. da água de saída do evaporador 10°C; temp. do ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 16°C; temp. da água de saída do evaporador 10°C; temp. do ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 16°C; temp. da água de saída do evaporador 10°C; temp. do ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 16°C; temp. da água de saída do evaporador 10°C; temp. do ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 16°C; temp. da água de saída do evaporador 10°C; temp. do ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 16°C; temp. da água de saída do evaporador 10°C; temp. do ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 16°C; temp. da água de saída do evaporador 10°C; temp. do ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total.
  (2) - Os dados são calculados a uma temperatura ambiente de 5°C, temperatura de entrada da água de 16°C. (2) - Os dados são calculados a uma temperatura ambiente de 5°C, temperatura de entrada da água de 16°C. (2) - Os dados são calculados a uma temperatura ambiente de 5°C, temperatura de entrada da água de 16°C. (2) - Os dados são calculados a uma temperatura ambiente de 5°C, temperatura de entrada da água de 16°C. (2) - Os dados são calculados a uma temperatura ambiente de 5°C, temperatura de entrada da água de 16°C. (2) - Os dados são calculados a uma temperatura ambiente de 5°C, temperatura de entrada da água de 16°C. (2) - Os dados são calculados a uma temperatura ambiente de 5°C, temperatura de entrada da água de 16°C. (2) - Os dados são calculados a uma temperatura ambiente de 5°C, temperatura de entrada da água de 16°C. (2) - Os dados são calculados a uma temperatura ambiente de 5°C, temperatura de entrada da água de 16°C. (2) - Os dados são calculados a uma temperatura ambiente de 5°C, temperatura de entrada da água de 16°C. (2) - Os dados são calculados a uma temperatura ambiente de 5°C, temperatura de entrada da água de 16°C.
  (3) - Arrefecimento: evaporador 16/10°C, ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 (3) - Arrefecimento: evaporador 16/10°C, ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 (3) - Arrefecimento: evaporador 16/10°C, ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 (3) - Arrefecimento: evaporador 16/10°C, ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 (3) - Arrefecimento: evaporador 16/10°C, ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 (3) - Arrefecimento: evaporador 16/10°C, ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 (3) - Arrefecimento: evaporador 16/10°C, ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 (3) - Arrefecimento: evaporador 16/10°C, ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 (3) - Arrefecimento: evaporador 16/10°C, ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 (3) - Arrefecimento: evaporador 16/10°C, ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744 (3) - Arrefecimento: evaporador 16/10°C, ambiente 35°C, unidade com funcionamento em plena carga; norma: ISO 3744
  (4) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (4) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (4) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (4) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (4) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (4) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (4) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (4) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (4) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (4) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (4) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%.
  (5) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% (5) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% (5) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% (5) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% (5) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% (5) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% (5) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% (5) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% (5) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% (5) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75% (5) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do maior compressor + 75% da corrente máxima do outro compressor + corrente dos ventiladores para o circuito a 75%
  (6) - Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. (6) - Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. (6) - Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. (6) - Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. (6) - Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. (6) - Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. (6) - Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. (6) - Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. (6) - Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. (6) - Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. (6) - Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores.
  (7) - A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores (7) - A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores (7) - A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores (7) - A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores (7) - A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores (7) - A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores (7) - A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores (7) - A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores (7) - A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores (7) - A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores (7) - A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores
  (8) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (8) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (8) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (8) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (8) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (8) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (8) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (8) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (8) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (8) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (8) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida.
  (9) - Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 (9) - Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 (9) - Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 (9) - Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 (9) - Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 (9) - Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 (9) - Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 (9) - Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 (9) - Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 (9) - Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 (9) - Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1
  (10) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (10) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (10) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (10) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (10) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (10) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (10) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (10) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (10) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (10) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (10) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade.
  (11) - O nível de pressão sonora é calculado a partir do nível de potência sonora e é apenas informativo e não vinculativo (11) - O nível de pressão sonora é calculado a partir do nível de potência sonora e é apenas informativo e não vinculativo (11) - O nível de pressão sonora é calculado a partir do nível de potência sonora e é apenas informativo e não vinculativo (11) - O nível de pressão sonora é calculado a partir do nível de potência sonora e é apenas informativo e não vinculativo (11) - O nível de pressão sonora é calculado a partir do nível de potência sonora e é apenas informativo e não vinculativo (11) - O nível de pressão sonora é calculado a partir do nível de potência sonora e é apenas informativo e não vinculativo (11) - O nível de pressão sonora é calculado a partir do nível de potência sonora e é apenas informativo e não vinculativo (11) - O nível de pressão sonora é calculado a partir do nível de potência sonora e é apenas informativo e não vinculativo (11) - O nível de pressão sonora é calculado a partir do nível de potência sonora e é apenas informativo e não vinculativo (11) - O nível de pressão sonora é calculado a partir do nível de potência sonora e é apenas informativo e não vinculativo (11) - O nível de pressão sonora é calculado a partir do nível de potência sonora e é apenas informativo e não vinculativo
  (12) - O nível de potência sonora (referente a evaporador 12/7°C, ambiente 35°C, funcionamento em plena carga) é medido de acordo com as normas ISO 9614 e Eurovent 8/1 (12) - O nível de potência sonora (referente a evaporador 12/7°C, ambiente 35°C, funcionamento em plena carga) é medido de acordo com as normas ISO 9614 e Eurovent 8/1 (12) - O nível de potência sonora (referente a evaporador 12/7°C, ambiente 35°C, funcionamento em plena carga) é medido de acordo com as normas ISO 9614 e Eurovent 8/1 (12) - O nível de potência sonora (referente a evaporador 12/7°C, ambiente 35°C, funcionamento em plena carga) é medido de acordo com as normas ISO 9614 e Eurovent 8/1 (12) - O nível de potência sonora (referente a evaporador 12/7°C, ambiente 35°C, funcionamento em plena carga) é medido de acordo com as normas ISO 9614 e Eurovent 8/1 (12) - O nível de potência sonora (referente a evaporador 12/7°C, ambiente 35°C, funcionamento em plena carga) é medido de acordo com as normas ISO 9614 e Eurovent 8/1 (12) - O nível de potência sonora (referente a evaporador 12/7°C, ambiente 35°C, funcionamento em plena carga) é medido de acordo com as normas ISO 9614 e Eurovent 8/1 (12) - O nível de potência sonora (referente a evaporador 12/7°C, ambiente 35°C, funcionamento em plena carga) é medido de acordo com as normas ISO 9614 e Eurovent 8/1 (12) - O nível de potência sonora (referente a evaporador 12/7°C, ambiente 35°C, funcionamento em plena carga) é medido de acordo com as normas ISO 9614 e Eurovent 8/1 (12) - O nível de potência sonora (referente a evaporador 12/7°C, ambiente 35°C, funcionamento em plena carga) é medido de acordo com as normas ISO 9614 e Eurovent 8/1 (12) - O nível de potência sonora (referente a evaporador 12/7°C, ambiente 35°C, funcionamento em plena carga) é medido de acordo com as normas ISO 9614 e Eurovent 8/1
  (13) - Os desempenhos da unidade dizem respeito às condições de funcionamento ideais reproduzíveis em ambiente de teste de laboratório de acordo com as normas da indústria reconhecidas (i.e. EN14511) (13) - Os desempenhos da unidade dizem respeito às condições de funcionamento ideais reproduzíveis em ambiente de teste de laboratório de acordo com as normas da indústria reconhecidas (i.e. EN14511) (13) - Os desempenhos da unidade dizem respeito às condições de funcionamento ideais reproduzíveis em ambiente de teste de laboratório de acordo com as normas da indústria reconhecidas (i.e. EN14511) (13) - Os desempenhos da unidade dizem respeito às condições de funcionamento ideais reproduzíveis em ambiente de teste de laboratório de acordo com as normas da indústria reconhecidas (i.e. EN14511) (13) - Os desempenhos da unidade dizem respeito às condições de funcionamento ideais reproduzíveis em ambiente de teste de laboratório de acordo com as normas da indústria reconhecidas (i.e. EN14511) (13) - Os desempenhos da unidade dizem respeito às condições de funcionamento ideais reproduzíveis em ambiente de teste de laboratório de acordo com as normas da indústria reconhecidas (i.e. EN14511) (13) - Os desempenhos da unidade dizem respeito às condições de funcionamento ideais reproduzíveis em ambiente de teste de laboratório de acordo com as normas da indústria reconhecidas (i.e. EN14511) (13) - Os desempenhos da unidade dizem respeito às condições de funcionamento ideais reproduzíveis em ambiente de teste de laboratório de acordo com as normas da indústria reconhecidas (i.e. EN14511) (13) - Os desempenhos da unidade dizem respeito às condições de funcionamento ideais reproduzíveis em ambiente de teste de laboratório de acordo com as normas da indústria reconhecidas (i.e. EN14511) (13) - Os desempenhos da unidade dizem respeito às condições de funcionamento ideais reproduzíveis em ambiente de teste de laboratório de acordo com as normas da indústria reconhecidas (i.e. EN14511) (13) - Os desempenhos da unidade dizem respeito às condições de funcionamento ideais reproduzíveis em ambiente de teste de laboratório de acordo com as normas da indústria reconhecidas (i.e. EN14511)
  (14) - O peso e as dimensões são indicativos, para obter valores específicos, consulte os esquemas certificados emitidos pela fábrica (14) - O peso e as dimensões são indicativos, para obter valores específicos, consulte os esquemas certificados emitidos pela fábrica (14) - O peso e as dimensões são indicativos, para obter valores específicos, consulte os esquemas certificados emitidos pela fábrica (14) - O peso e as dimensões são indicativos, para obter valores específicos, consulte os esquemas certificados emitidos pela fábrica (14) - O peso e as dimensões são indicativos, para obter valores específicos, consulte os esquemas certificados emitidos pela fábrica (14) - O peso e as dimensões são indicativos, para obter valores específicos, consulte os esquemas certificados emitidos pela fábrica (14) - O peso e as dimensões são indicativos, para obter valores específicos, consulte os esquemas certificados emitidos pela fábrica (14) - O peso e as dimensões são indicativos, para obter valores específicos, consulte os esquemas certificados emitidos pela fábrica (14) - O peso e as dimensões são indicativos, para obter valores específicos, consulte os esquemas certificados emitidos pela fábrica (14) - O peso e as dimensões são indicativos, para obter valores específicos, consulte os esquemas certificados emitidos pela fábrica (14) - O peso e as dimensões são indicativos, para obter valores específicos, consulte os esquemas certificados emitidos pela fábrica
  (15) - Para obter informações específicas sobre opções adicionais, consulte a secção de opções do livro de dados (15) - Para obter informações específicas sobre opções adicionais, consulte a secção de opções do livro de dados (15) - Para obter informações específicas sobre opções adicionais, consulte a secção de opções do livro de dados (15) - Para obter informações específicas sobre opções adicionais, consulte a secção de opções do livro de dados (15) - Para obter informações específicas sobre opções adicionais, consulte a secção de opções do livro de dados (15) - Para obter informações específicas sobre opções adicionais, consulte a secção de opções do livro de dados (15) - Para obter informações específicas sobre opções adicionais, consulte a secção de opções do livro de dados (15) - Para obter informações específicas sobre opções adicionais, consulte a secção de opções do livro de dados (15) - Para obter informações específicas sobre opções adicionais, consulte a secção de opções do livro de dados (15) - Para obter informações específicas sobre opções adicionais, consulte a secção de opções do livro de dados (15) - Para obter informações específicas sobre opções adicionais, consulte a secção de opções do livro de dados