EWAQ210F-SS EWAQ230F-SS EWAQ250F-SS EWAQ280F-SS EWAQ320F-SS EWAQ350F-SS EWAQ360F-SS EWAQ400F-SS EWAQ410F-SS EWAQ480F-SS EWAQ550F-SS EWAQ610F-SS
Capacidade de arrefecimento Nom. kW 205 223.9 247.1 283.2 313.4 359.5 359.5 406.8 406.8 480.2 551.4 609.4
  Nominal kW 205 223.9 247.1 283.2 313.4 359.5 359.5 406.8 406.8 480.2 551.4 609.4
Controlo da capacidade Method   Staged Staged Staged Staged Staged Staged Staged Staged Staged Staged Staged Staged
  Capacidade mínima % 43 25 50 30 33 27 23 25 21 21 25 20
Potência absorvida Arrefecimento Nom. kW 73.34 84.87 93.58 108.7 121.6 141.1 141.1 153.9 153.9 186.9 206.6 228.9
EER 2.808 2.638 2.641 2.605 2.577 2.548 2.548 2.644 2.644 2.57 2.669 2.662
ESEER 3.79 3.77 3.81 3.74 3.78 3.73 4.02 3.74 4.04 4.13 4.05 4.08
IPLV 4.5 4.45 4.5 4.44 4.53 4.29 4.41 4.3 4.46 4.55 4.63 4.72
SEER 3.923 4.005 3.946 4.098 4.101 4.085 4.087 4.136 4.187 4.224 4.282 4.243
Dimensões Unidade Profundidade mm 4,413 4,413 4,413 5,313 5,313 6,213 3,210 6,213 3,210 4,110 5,010 5,010
    Altura mm 2,271 2,271 2,271 2,271 2,271 2,271 2,221 2,447 2,397 2,221 2,221 2,221
    Largura mm 1,224 1,224 1,224 1,224 1,224 1,224 2,258 1,224 2,258 2,258 2,258 2,258
Peso Peso em funcionamento kg 2,070 2,070 2,142 2,216 2,298 2,424 2,524 2,699 2,799 3,036 3,382 3,604
  Unidade kg 2,058 2,058 2,130 2,202 2,284 2,409 2,509 2,659 2,759 2,990 3,336 3,558
Estrutura Colour   Branco marfim Branco marfim Branco marfim Branco marfim Branco marfim Branco marfim Branco marfim Branco marfim Branco marfim Branco marfim Branco marfim Branco marfim
  Material   Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado Folha de aço galvanizado e pintado
Permutador de calor da água Tipo   Permutador de placas Permutador de placas Permutador de placas Permutador de placas Permutador de placas Permutador de placas Permutador de placas Permutador de placas Permutador de placas Permutador de placas Permutador de placas Permutador de placas
  Fuga de água Arrefecimento Nom. l/s 9.9 10.7 11.8 13.6 15 17.2 17.2 19.5 19.5 23 26.4 29.2
  Perda de carga de água Arrefecimento Nom. kPa 36.7 43.4 52.9 56 69.3 29.9 29.9 32.3 32.3 34.7 45.8 56
  Volume de água l 12 12 12 14 14 14 14 40 40 46 46 46
  Material de isolamento   Célula fechada Célula fechada Célula fechada Célula fechada Célula fechada Célula fechada Célula fechada Célula fechada Célula fechada Célula fechada Célula fechada Célula fechada
Permutador de ar Tipo   Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo Alheta de elevada eficiência e tipo de tubo
Permutador de calor Lado interior   água água água água água água água água água água água água
  Outdoor side   ar ar ar ar ar ar ar ar ar ar ar ar
Ventilador Quantidade   4 4 4 5 5 6 6 6 6 8 10 10
  Tipo   Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa Hélice directa
  Caudal de ar Nom. l/s 21,845 21,845 21,148 27,306 26,435 32,767 32,767 32,513 32,513 43,690 54,612 52,870
    Arrefecimento Rated m³/h 76,497.75 76,497.75 78,035.17 108,586.20 111,571.20 114,749.10 117,054.90 120,037.10 120,037.10 152,995.5 191,246.80 195,090.10
  Diâmetro mm 800 800 800 800 800 800 800 800 800 800 800 800
  Velocidade rpm 900 900 900 900 900 900 900 900 900 900 900 900
Motor do ventilador Accionamento   DOL DOL DOL DOL DOL DOL DOL DOL DOL DOL DOL DOL
  Entrada Arrefecimento W 7,000 7,000 7,000 8,750 8,750 10,500 10,500 10,500 10,500 14,000 17,500 17,500
Compressor Quantidade_   4 4 4 4 4 4 4 4 4 6 6 6
  Compressor-=-Type   Driven vapour compression Driven vapour compression Driven vapour compression Driven vapour compression Driven vapour compression Driven vapour compression Driven vapour compression Driven vapour compression Driven vapour compression Driven vapour compression Driven vapour compression Driven vapour compression
  Driver   Motor elétrico Motor elétrico Motor elétrico Motor elétrico Motor elétrico Motor elétrico Motor elétrico Motor elétrico Motor elétrico Motor elétrico Motor elétrico Motor elétrico
  Óleo Volume carregado l 18.8 23 27.2 26.2 25.2 25.2 25.2 25.2 25.2 37.8 37.8 37.8
Limite de funcionamento Lado do ar Arrefecimento Máx. ° CBs 52 52 52 52 52 52 52 52 52 52 52 52
      Mín. ° CBs -18 -18 -18 -18 -18 -18 -18 -18 -18 -18 -18 -18
  Lado da água Arrefecimento Máx. ° CBs 18 18 18 18 18 18 18 18 18 18 18 18
      Mín. ° CBs -13 -13 -13 -13 -13 -13 -13 -13 -13 -13 -13 -13
Nível de potência sonora Arrefecimento Nom. dBA 93 94 95 95 95 97 97 97 97 97 99 99
Nível de pressão sonora Arrefecimento Nom. dBA 75 75 76 76 76 77 78 78 78 78 79 79
Fluido frigorigéneo Type   R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A
  GWP   2,088 2,088 2,088 2,088 2,088 2,088 2,088 2,088 2,088 2,088 2,088 2,088
  Circuitos Quantidade   2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2
  Carga kg 28 28 31 33 40 46 46 54 54 56 65 80
Carga Por circuito kgCO2Eq 29,232 29,232 32,364 34,452 41,760 48,024 48,024 56,376 56,376 58,464 67,860 83,520
  Por circuito TCO2Eq 29.2 29.2 32.4 34.4 41.8 48 48 56.4 56.4 58.5 67.8 83.5
Ligações de tubagens Entrada/saída da água do evaporador (DE)   3" 3" 3" 3" 3" 3" 4" 4" 4" 4" 4" 4"
Arrefecimento de espaços Condição A 35°C Pdc kW 205 223.9 247.1 283.2 313.4 359.5 359.5 406.8 406.8 480.2 551.4 609.4
    EERd   2.808 2.638 2.641 2.605 2.577 2.548 2.548 2.644 2.644 2.57 2.669 2.662
  Condição B 30°C Pdc kW 152.97 153.4 182.85 199.58 212.24 249.95 250.31 301.04 301.04 355.37 376.15 450.92
    EERd   3.91 3.92 3.66 4.02 3.82 3.85 3.71 3.74 3.66 3.77 3.69 3.59
  Condição C 25°C Pdc kW 96.82 105.24 116.13 133.12 147.25 168.97 168.98 191.2 191.2 234.11 238.85 299.52
    EERd   4.95 5 4.77 4.97 5.03 4.78 4.7 4.83 4.91 5.15 5.08 4.97
  Condição D 20°C Pdc kW 43.26 47.02 51.89 59.48 65.79 75.5 75.5 85.43 85.43 100.85 126.71 127.96
    EERd   4.26 4.57 4.83 4.66 4.76 4.91 5.28 5.05 5.33 5.29 5.62 5.68
  ηs,c % 153.92 157.2 154.84 160.92 161.04 160.4 160.48 162.44 164.48 165.96 168.28 166.72
Geral Detalhes do fornecedor/fabricante Nome e endereço   Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy Daikin Applied Europe - Via Piani di S.Maria 72, 00040 Ariccia (Roma), Italy
Nível de potência sonora LW(A) (de acordo com EN14825) dB(A) 93 94 95 95 95 97 97 97 97 97 99 99
Arrefecimento Cdc (Arrefecimento de deterioração)   0.9 0.9 0.9 0.9 0.9 0.9 0.9 0.9 0.9 0.9 0.9 0.9
Condições de classificação padrão utilizadas Aplicação de temperatura média Aplicação de temperatura média Aplicação de temperatura média Aplicação de temperatura média Aplicação de temperatura média Aplicação de temperatura média Aplicação de temperatura média Aplicação de temperatura média Aplicação de temperatura média Aplicação de temperatura média Aplicação de temperatura média Aplicação de temperatura média
Consumo de energia noutro modo que não o modo ativo Crankcase heater mode PCK W 0.132 0.132 0.132 0.132 0.132 0.132 0.132 0.132 0.132 0.198 0.198 0.198
  Modo desligado POFF W 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
  Modo standby Arrefecimento PSB W 0.2 0.2 0.2 0.2 0.2 0.2 0.2 0.2 0.2 0.3 0.3 0.3
  Modo de termostato desligado PTO Arrefecimento W 0.222 0.222 0.222 0.222 0.222 0.292 0.292 0.292 0.292 0.358 0.358 0.358
Alimentação eléctrica Fase   3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~
  Frequência Hz 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50
  Tensão V 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400
  Limite de tensão Mín. % -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10
    Máx. % 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10
Unidade Corrente inicial Máx. A 349 404 419 476 505 621 621 649 649 634 768 810
  Corrente ativa Arrefecimento Nom. A 130 147 161 187 208 242 242 259 262 322 356 391
    Máx. A 160 176 191 225 254 286 286 314 314 383 433 474
  Corrente máxima da unidade para medição dos fios A 176 193 210 247 279 314 314 345 345 421 476 522
Ventiladores Corrente de funcionamento nominal A 16 16 16 20 20 24 24 24 24 32 40 40
Compressor Fase   3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~
  Tensão V 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400
  Limite de tensão Mín. % -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10 -10
    Máx. % 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10
  Corrente de funcionamento máxima A 72 80 88 102 117 131 131 145 145 175 189 217
  Método de arranque_   Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line Directo on-line
Compressor 2 Corrente de funcionamento máxima A 72 80 88 102 117 131 131 145 145 175 203 217
Notas Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total. Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total.
  Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744 Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744 Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744 Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744 Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744 Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744 Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744 Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744 Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744 Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744 Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744 Os níveis de pressão sonora são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. ar ambiente 35°C; funcionamento em carga total; Standard: ISO3744
  Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água Fluido: Água
  Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%.
  Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque. Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque. Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque. Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque. Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque. Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque. Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque. Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque. Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque. Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque. Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque. Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente dos outros compressores à carga máxima + corrente dos ventiladores à carga máxima. No caso de unidades accionadas por inverter, não é verificada entrada de corrente no arranque.
  Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores. Corrente nominal no modo de arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. do ar ambiente 35°C. Compressor + corrente dos ventiladores.
  A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores A corrente de funcionamento máxima baseia-se na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro e na corrente máxima absorvida dos ventiladores
  A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida.
  Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1 Corrente máxima para medição dos fios: (amperes em carga total dos compressores + corrente dos ventiladores) x 1.1
  Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS).
  O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade.