Dados Técnicos para EWWQ-B-XS

EWWQC20BX-S EWWQ420B-XS EWWQ520B-XS EWWQ640B-XS EWWQ730B-XS EWWQ800B-XS EWWQ970B-XS EWWQC10B-XS EWWQC11B-XS EWWQC12B-XS EWWQC13B-XS EWWQC14B-XS EWWQC15B-XS EWWQC16B-XS EWWQC17B-XS EWWQC19B-XS EWWQC20B-XS EWWQC21B-XS
Nível de pressão sonora Arrefecimento Nom. dBA 87.5 82 (2) 83 (2) 84 (2) 84 (2) 83 (2) 84 (2) 86 (2) 85 (2) 86 (2) 87 (2) 87 (2) 87 (2) 86 (2) 87 (2) 87 (2) 88 (2) 88 (2)
Fluido frigorigéneo Circuitos Quantidade 2                                  
  Tipo R-410A                                  
Compressor 2 Óleo Volume carregado l 32                                  
Limite de funcionamento Condensador Arrefecimento Mín. ° CBs 25                                  
      Máx. ° CBs 45                                  
  Evaporador Arrefecimento Mín. ° CBs -4                                  
      Máx. ° CBs 10                                  
Circuito de refrigeração 2 Carga kg 130                                  
Capacidade de arrefecimento Nom. kW 2,020 (1)                                  
Circuito de refrigeração Carga kg 130                                  
Ligações de tubagens Entrada/saída da água do evaporador mm 254                                  
  Entrada/saída da água do condensador polegada 8                                  
Potência nominal Arrefecimento Nom. kW 417 (1) 88.7 (1) 107 (1) 131 (1) 149 (1) 166 (1) 201 (1) 213 (1) 239 (1) 238 (1) 262 (1) 281 (1) 299 (1) 324 (1) 361 (1) 397 (1) 436 (1) 474 (1)
Nível de potência sonora Arrefecimento Nom. dBA 107.1 101 102 103 103 102 103 105 104 106 106 107 107 106 106 107 107 108
Dispositivos de segurança Item 01 Baixa pressão de óleo                                  
Dimensões Unidade Largura mm 1,350 1,276 1,276 1,276 1,268 1,314 1,446 1,350 1,446 1,350 1,350 1,350 1,350 1,350 1,350 1,350 1,350 1,350
    Profundidade mm 4,865 3,863 3,863 3,863 3,878 3,878 3,920 5,219 3,919 5,219 5,219 5,219 5,219 4,829 4,829 4,829 4,865 4,865
    Altura mm 2,495 2,001 2,001 2,001 2,001 2,003 2,001 2,454 2,003 2,454 2,454 2,454 2,454 2,495 2,495 2,495 2,495 2,495
Compressor Óleo Volume carregado l 32                                  
  Quantidade_ Compressor de fuso único semi-hermético                                  
Permutador de calor da água - condensador Volume de água 2 l 91                                  
  Perda de carga de água nominal 2 Arrefecimento kPa 79                                  
  Modelo Quantidade 2                                  
  Caudal de água 2 Nom. l/s 62.6                                  
  Volume de água l 91                                  
  Caudal de água Nom. l/s 53.2                                  
  Perda de carga de água nominal Arrefecimento kPa 52                                  
  Material de isolamento Armação e tubo                                  
Controlo da capacidade Capacidade mínima % 12.5 12.5 12.5 12.5 12.5 12.5 12.5 25.0 12.5 25.0 25.0 25.0 25.0 25.0 25.0 25.0 25.0 25.0
  Desodorizante Variação contínua                                  
Casing Cor Folha de aço galvanizado e pintado                                  
Peso Peso em funcionamento kg 6,118 2,594 2,685 2,745 3,158 2,815 3,056 5,431 3,086 5,479 5,512 5,546 5,606 5,794 5,843 6,110 6,118 6,124
  Unidade kg 5,408 2,322 2,403 2,464 2,738 2,407 2,427 4,775 2,457 4,831 4,873 4,919 4,969 5,117 5,117 5,388 5,408 5,414
Permutador de calor da água - evaporador Caudal de água Nom. l/s 96.5                                  
  Volume de água l 527 220 213 200 334 325 538 587 538 575 563 551 551 495 484 535 527 527
  Perda de carga de água nominal Arrefecimento Permutador de calor kPa 115                                  
  Material de isolamento Armação e tubo                                  
Eer 5.78                                  
Compressor Corrente de funcionamento máxima A 388                                  
  Limite de tensão Mín. % -10                                  
    Máx. % 10                                  
  Tensão V 400                                  
  Método de arranque_ 3~                                  
Compressor 2 Corrente de funcionamento máxima A 458                                  
Alimentação eléctrica Limite de tensão Máx. % 10                                  
    Mín. % -10                                  
  Frequência Hz 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50
  Tensão V 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400 400
  Fase 3~                                  
Unidade Corrente máxima da unidade para medição dos fios A 895                                  
  Corrente de funcionamento máxima A 814                                  
  Corrente máxima de arranque A 1,032                                  
  Corrente nominal de funcionamento (RLA) Arrefecimento A 670                                  
Notas Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1                                  
Capacidade de arrefecimento Nom. kW   420 (1) 513 (1) 636 (1) 722 (1) 798 (1) 969 (1) 1,033 (1) 1,111 (1) 1,153 (1) 1,265 (1) 1,363 (1) 1,442 (1) 1,580 (1) 1,740 (1) 1,870 (1) 2,025 (1) 2,156 (1)
Controlo da capacidade Desodorizante     Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua Variação contínua
EER   4.74 (1) 4.79 (1) 4.84 (1) 4.83 (1) 4.81 (1) 4.81 (1) 4.86 (1) 4.64 (1) 4.85 (1) 4.83 (1) 4.85 (1) 4.83 (1) 4.88 (1) 4.81 (1) 4.71 (1) 4.64 (1) 4.55 (1)
ESEER   5.27 5.29 5.37 5.36 5.30 5.09 5.56 4.99 5.52 5.52 5.65 5.61 5.26 5.18 4.98 4.91 4.75
Permutador de calor da água - evaporador Tipo     Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única
  Caudal de água Nom. l/s   20.1 24.6 30.5 34.6 38.2 46.4 49.5 53.2 55.2 60.6 65.3 69.1 75.7 83.5 89.7 97.2 103.6
Permutador de calor da água - condensador Tipo     Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única Estrutura e tubo de passagem única
  Caudal de água Nom. l/s   24.4 29.8 36.8 41.8 46.3 56.2 29.9 64.7 30.2 36.7 37.2 41.8 45.7 46.2 54.4 55.1 63.1
Compressor Compressor-=-Type     Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso Compressores de mono parafuso
  Quantidade_     1 1 1 1 1 1 2 1 2 2 2 2 2 2 2 2 2
Fluido frigorigéneo Tipo     R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A R-410A
  Circuitos Quantidade     1 1 1 1 1 1 2 1 2 2 2 2 2 2 2 2 2
  GWP     2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5 2,087.5
Carga Por circuito kg   120.0 130.0 95.0 135.0 110.0 150.0 120.0 130.0 120.0 150.0 120.0 150.0 130.0 130.0 150.0 150.0 150.0
  Por circuito TCO2Eq   250.5 271.4 198.3 281.8 229.6 313.1 250.5 271.4 250.5 313.1 250.5 313.1 271.4 271.4 313.1 313.1 313.1
Alimentação eléctrica Fase     3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~ 3~
Notas   (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total. (1) - Arrefecimento: temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total.
    (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744 (2) - Os dados do nível sonoro são medidos a temp. da água de entrada do evaporador 12°C; temp. da água de saída do evaporador 7°C; temp. da água de entrada do condensador 30°C; temp. da água de saída do condensador 35°C; funcionamento em carga total; norma: ISO3744
    (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%. (3) - Tolerância de tensão permitida ± 10%. O desequilíbrio da tensão entre fases tem de ser ± 3%.
    (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima (4) - Corrente máxima de arranque: corrente de arranque do compressor maior + corrente do outro compressor a 75% da carga máxima
    (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor (5) - O modo de arrefecimento de corrente nominal é baseada nas seguintes condições: evaporador 12/7°C; condensador 30/35°C; corrente do compressor
    (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro (6) - A corrente de funcionamento máxima é baseada na corrente máxima absorvida do compressor no seu invólucro
    (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida. (7) - A corrente máxima da unidade para medição dos fios baseia-se na tensão mínima permitida.
    (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1 (8) - Corrente máxima para medição dos fios: amperes em carga total do compressor x 1,1
    (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água (9) - Fluido: Água
    (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS). (10) - Para mais informações sobre os limites de funcionamento, consulte o Software de seleção do chiller (CSS).
    (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade. (11) - O equipamento contém gases fluorados que provocam efeito de estufa. A carga real de fluido frigorigéneo depende da construção da unidade final, podem ser encontradas informações nas etiquetas da unidade.