Daikin | Regulamento relativo a gás F

Regulamento relativo a gás F

O novo regulamento relativo a gás F e as suas implicações para o mercado AVAC-R

Abandono progressivo

Para reduzir o impacto ambiental dos fluidos frigorigéneos, a União Europeia pretende reduzir o consumo e o uso de HFC em sistemas de ar condicionado e noutras aplicações AVAC-R. Contudo, os HFC continuam a ser necessários em muitas aplicações devido à sua eficiência energética, segurança e vantagens económicas. Em vez de os HFC serem banidos ou descontinuados, existe um abandono progressivo dos HFC, de forma a manter um crescimento sustentável na indústria AVAC-R.

responsabilidade ambiental da daikin

Medição dos HFC em equivalentes de CO2

Os objetivos de abandono progressivo dos HFC são expressos em equivalentes de CO2 [= GWP x kg] e não são específicos do fluido frigorigéneo (a legislação apenas impõe uma proibição em casos específicos, como a proibição do R-404A para aplicações de refrigeração). Tal concede ao mercado a flexibilidade de utilizar diferentes tipos de HFC e medidas: alterar para um fluido frigorigéneo com um menor GWP, reduzir a carga de fluido frigorigéneo, ou uma combinação dos dois.

F-gas-phase-down_2.png
  1. Esquema de abandono progressivo para gás HFC NOVO, o gás HFC reutilizado não está sujeito ao esquema de abandono progressivo, como tal a necessidade total está acima desta linha.
  2. Maior corte em mercados não-A/C (por exemplo, R-404A para refrigeração).
  3. Aumento da utilização do R-32 como alternativa ao R-410A.
  4. Conservação do R-410A para novos sistemas VRF e para a manutenção de sistemas VRF antigos. A principal redução no R-410A provém da mudança de unidades split pequenas a médias para o R-32. Esquema de abandono progressivo para gás HFC NOVO, o gás HFC reutilizado não está sujeito ao esquema de abandono progressivo, como tal a necessidade total está acima desta linha.
  5. Maior corte em mercados não-A/C (por exemplo, R-404A para refrigeração).
  6. Aumento da utilização do R-32 como alternativa ao R-410A.
  7. Conservação do R-410A para novos sistemas VRF e para a manutenção de sistemas VRF antigos. A principal redução no R-410A provém da mudança de unidades split pequenas a médias para o R-32.

Estamos um passo à frente do regulamento relativo a gás F

O ambiente ocupa um lugar especial no nosso coração, por isso desempenha um papel muito importante na nossa filosofia corporativa. Somos líderes em legislação ambiental e inovação porque os nossos produtos:

Usam fluidos frigorigéneos com menor GWP

  • Oferecemos um amplo portfólio de sistemas residenciais e comerciais que utilizam o R-32
  • As nossas aplicações de refrigeração utilizam o R-410A, CO2 e soluções de hidrocarbonetos

Têm uma carga reduzida

  • Até 30% de redução nas cargas de R-32, em comparação com R-410A
  • A tecnologia de microcanais alcança até 15% de redução na carga de fluido frigorigéneo

Reduzem as verificações de assistência e manutenção

  • Os nossos sistemas VRV e DX têm taxas de fuga reduzidas (abaixo da média 1%)

A nossa estratégia de HFC para o futuro

Para satisfazer as necessidades do mercado AVAC-R em 2030, o nosso plano de ação atual para HFC pode ajudá-lo a:

Encontrar o fluido frigorigéneo adequado para cada aplicação

Não existe um fluido frigorigéneo universal. Por isso, oferecemos uma gama de fluidos frigorigéneos para o ajudar a encontrar a melhor solução para a sua unidade.

Alcançar um ciclo de vida sustentável

Observamos além das emissões de CO2 para garantir a melhor eficiência do ciclo de vida.

Assegurar as cotas

O nosso departamento químico oferece um acesso privilegiado às cotas.


Transfira o nosso folheto sobre gás F

 

Artigos relacionados