Skip to main content

Arteparc, Meylan

Grenoble, França

As bombas de calor Daikin VRV contribuem para as baixas emissões de carbono do complexo de escritórios Arteparc, reconhecido com a certificação de excelência HQE

O novo complexo comercial Arteparc, situado no parque tecnológico Inovallee em Meylan, Grenoble, demonstra como os programadores e fabricantes de equipamento estão a trabalhar em conjunto para criar novos edifícios com baixas emissões de carbono, em conformidade com os mais elevados padrões de desenvolvimento sustentável​. Tal é confirmado através da certificação de excelência HQE, concedida pelo padrão para construções ecológicas francês HQE (Haute Qualité Environnementale).

Um desenvolvimento conjunto com o Banque des Territoires liderado pelo Artea Group, um importante interveniente da área do imobiliário em França e na Europa, este novo complexo comercial de grandes dimensões inclui uma área superior a 25 000 m2, distribuída por seis edifícios. Os primeiros três foram concluídos utilizando as bombas de calor VRV com baixas emissões de carbono Daikin.

O projeto é distinguido pela elevada qualidade do design e da construção, criado para alcançar a certificação BBC Effinergie E2C-1 e manter a conformidade com o regulamento francês RE2020, destinados a reduzir o consumo de energia e o impacto vitalício do carbono dos novos edifícios.

Com o objetivo de reduzir o impacto carbónico, o Artea Group explorou todos os aspetos da construção, desde instalações de telhado a energia solar a um revestimento de fachada em compósito formado por 95% de aparas de madeira recicladas, isolamento de desempenho elevado e sistemas de controlo de climatização com poupança de energia.

Durante a construção, as questões geológicas provocaram o aumento da utilização de betão. Foi realizada uma análise de dados pela ARTEA e pelo gabinete de design Ingégroup para estabelecer medidas destinadas a compensar o impacto carbónico adicional.

Proporcionando uma melhor experiência do utilizador, o complexo promove também o bem-estar através de instalações no local, incluindo uma variedade de restaurantes nas áreas do terraço e da cobertura, espaços de trabalho em conjunto, uma mercearia orgânica, instalações desportivas, ciclovia coberta e pontos de carregamento de veículos elétricos no parque de estacionamento.

A solução VRV5 da Daikin foi selecionada pela ARTEA para proporcionar um controlo de climatização confortável com baixas emissões de carbono com vista a contribuir para alcançar a certificação de excelência HQE. A série VRV-5 de nova geração funciona com o fluido frigorigéneo R-32 de baixo GWP, que oferece um GWP 70% inferior em comparação com os sistemas tradicionais R-410A. Com uma eficiência sazonal muito elevada, a VRV 5 série S foi desenvolvida para oferecer uma sustentabilidade superior ao longo do respetivo ciclo de vida, minimizando o potencial impacto direto e indireto do fluido frigorigéneo.

bg-image

Um projeto de referência que corresponde às mais elevadas exigências, o Meylan Arteparc estabelece o padrão de conceção de edifícios preparados para o futuro que oferecem consistentemente desempenho energético e conforto.

Requisitos de projeto

Ar condicionado
Cortina de ar
Purificação do ar
Controlo
Aquecimento
Água quente
Refrigeração
Ventilação

Ano de instalação

2020

Sistemas instalados

  • 102 sistemas VRV5 Série S
  • 465 unidades interiores

A Daikin foi encarregada de fornecer sistemas de controlo de climatização para quatro novos edifícios. No total, instalaram-se 102 unidades VRV 5-S com uma combinação de modelos de 4, 5 e 6 CV, ligados a 465 unidades interiores.

O estudo realizado durante o desenvolvimento também teve em conta os fluxos de ar para otimizar a totalidade da instalação.

Abordagem colaborativa

A colaboração entre o ARTEA Group, o gabinete de design Ingégroup, o instalador Climacool e a gestão técnica da Daikin foi essencial para o sucesso do resultado deste projeto, que envolveu produtos inovadores e novos no mercado. A estreita colaboração permitiu otimizar o desempenho do sistema para corresponder aos elevados padrões do ARTEA, assim como os requisitos de construção e a experiência do utilizador. O sistema será monitorizado para otimizar ainda mais a eficiência energética da solução VRV.

Graças aos resultados comprovados pela certificação de baixas emissões de carbono HQE, o ARTEA Group planeia a segunda fase de instalação, programada para o final de 2022, com o mais recente sistema VRV 5 da Daikin: o VRV 5 de recuperação de calor.

A inovação da Daikin está a ajudar a melhorar o desempenho ambiental dos edifícios comerciais e a promover o bem-estar dos utilizadores

Planeamento para o futuro

As bombas de calor Daikin e o aconselhamento especializado da Daikin desempenham um papel essencial para ajudar a descarbonizar os edifícios

comerciais.

Desde a criação do sistema VRV em 1982, a Daikin centrou-se continuamente na inovação, com o objetivo de alcançar uma elevada eficiência durante todo o ano e um baixo impacto do fluido frigorigéneo, graças a alternativas com menor GWP e ao apoio à reutilização de fluidos frigorigéneos para conservar os recursos naturais vitais.

Saber mais

As bombas de calor VRV oferecem aquecimento e arrefecimento para assegurar sempre um ambiente de trabalho confortável.

São integrados controlos inteligentes na solução, permitindo a regulação por zona para corresponder às diferentes necessidades dos utilizadores e monitorizando o consumo para otimizar o funcionamento do sistema.

As bombas de calor VRV de altura reduzida estão instaladas num discreto compartimento para que não sejam visíveis.

Artigos relacionados

Encontre mais informações

Centro de Experiência Virtual

Precisa de ajuda?

Encontre mais informações

Centro de Experiência Virtual

Precisa de ajuda?

Encontre mais informações

Centro de Experiência Virtual

Precisa de ajuda?